Fundado em 24/09/1938 – Na Internet desde 31/07/2000
dpedro2

D. Pedro II, o “augusto Patrono” (Estatutos de 24/09/1938) “Dormi. Sonhei muito. Uma história universal até ontem.” (Diário do Imperador D. Pedro II, 1840-1891, vol. 27, CD-Rom, Organização Begonha Bediaga, Museu Imperial, 1999)

Casa de Cláudio de Souza
Praça da Liberdade, 247
Vila Imperial
25685-050 Petrópolis, RJ
Brasil
Site implantado por decisão da Assembleia Geral realizada a 10/04/2000, aprovando proposta do Presidente Jeronymo Ferreira Alves Netto.
Dominio www.ihp.org.br criado a 25/04/2000 na FAPESP.
contato: ihp@ihp.org.br

 

INFORMAÇÕES ESPECIAIS (22/06/2021)

Convite-28-Jun-2021w

O instrumento de BUSCA já se encontra ativado.

Alguns aperfeiçoamentos e algumas correções ainda serão feitos.

Digite à esquerda da faixa vermelha o termo da pesquisa.
Despreze a segunda faixa vermelha, caso apareça. Clique na lupa existente no canto direito da primeira faixa vermelha.
Todos os textos que contiverem o termo buscado serão selecionados resumidamente. Clicando sobre o título do que interessar, o texto será  aberto integralmente.

Na opção Histórico da aba Categorias  existe relação de todas as diretorias, desde a fundação do Instituto.

Realizada a Assembleia Geral Ordinária, no dia 19 passado, todos os indicados para categorias do quadro social mereceram aprovação, estando já lançados os seus nomes nas respectivas posições, em Estrutura da aba Categorias.

extrato de Efemérides (para ver o mês completo, consulte Efemérides em Categorias)
maio

23 de junho de 1861

Inauguração total da Estrada União e Indústria, ligando Petrópolis a Juiz de Fora, numa extensão de aproximadamente 147 km.

O importante empreendimento de Mariano Procópio Ferreira Lage, foi inaugurado pelo Imperador D. Pedro II, que percorreu todo o trajeto, sendo alvo de calorosas manifestações, sobretudo em Pedro do Rio, onde a Companhia União e Indústria possuía uma estação com casa para a administração. Ali o Imperador e sua comitiva foram recepcionados.

25 de junho de 1825

Faleceu na Fazenda do Córrego Seco D. Catarina Josefa de Jesus. Recebeu os sacramentos e foi amortalhada com o hábito de São Francisco de Assis, sendo sepultada no Inhomirim. D. Catarina Josefa era viúva de Manoel Vieira Afonso, natural da ilha de São Miguel e lº proprietário da Fazenda do Córrego Seco.

Para festejar suas bodas de ouro em 1806, o casal instalou na Fazenda a capela de Sant’Ana, onde foi celebrada missa em ação de graças. Convém lembrar que a sede da fazenda ficava localizada à atual rua Marechal Deodoro, exatamente no local onde hoje se ergue o Edifício Pio XII.


Todo conteúdo até julho de 2015 já está transferido para a versão atual.
Aqui pode-se acompanhar a atividade do IHP nos últimos vinte anos, segundo os ítens constantes da aba categorias.

As inclusões de Agenda, desde 2000, já se acham na versão atual.
Para consulta, ative (1) Agenda, em Categorias da barra superior,
(2) abra a de qualquer mês,
(3) ative em Categorias à direita da tela a do ano e mês que interessar.
Para acesso à versão com o conteúdo até julho de 2015, clique aqui.

 

Desenho do brasão de Petrópolis,
segundo a descrição heráldica oficial,
Manoel de Souza Lordeiro
(+ 21/07/2008)
Texto de Notícias (a partir de 2016)
Maria de Fátima Moraes Argon 

Texto de Efemérides
Jeronymo Ferreira Alves Netto
Composição do cabeçalho,
inserido em outubro de 2016,
Mário Lordeiro,
com reprodução da Planta de Koeler
e linha do tempo a partir
da localização
da Estrada Normal da Estrela
até o Alto da Serra,
sobre reprodução de
imagem fotográfica de trecho
da Serra dos Órgãos
Coordenação do site

Manutenção e Hospedagem : SerraPlan Informática

Os textos são de exclusiva responsabilidade de seus autores.

 

brazao4MSL