Fundado em 24/09/1938 – Na Internet desde 31/07/2000
dpedro2

D. Pedro II, o “augusto Patrono” (Estatutos de 24/09/1938) “Dormi. Sonhei muito. Uma história universal até ontem.” (Diário do Imperador D. Pedro II, 1840-1891, vol. 27, CD-Rom, Organização Begonha Bediaga, Museu Imperial, 1999)

Casa de Cláudio de Souza
Praça da Liberdade, 247
Vila Imperial
25685-050 Petrópolis, RJ
Brasil
Site implantado por decisão da Assembleia Geral realizada a 10/04/2000, aprovando proposta do Presidente Jeronymo Ferreira Alves Netto.
Dominio www.ihp.org.br criado a 25/04/2000 na FAPESP.
contato: ihp@ihp.org.br

 

VEJA ABAIXO O EXTRATO DAS EFEMÉRIDES DE MAIO

INFORMAÇÕES ESPECIAIS (13/05/2022)

convite 13 maio 2022

EFÉMERIDES DE MAIO (para ver o mês completo, consulte Efemérides em Categorias)

1º de maio de 1981

Foi fundada a Rádio Universidade Católica de Petrópolis FM-Estéreo.

03 de maio de 1892

Tomou posse como Presidente do Estado do Rio de Janeiro, o petropolitano, Dr. José Tomás da Porciúncula.

 12 de maio de 1946

Aconteceu, na Praça da Matriz de Cascatinha, a inauguração do marco de granito, em  forma de obelisco, em homenagem ao expedicionário Hyvio Domênico Naliato, morto em combate na Itália, bem como aos demais expedicionários residentes em Cascatinha, que haviam participado da 2ª Guerra Mundial.

13 de maio de 1971

Foram transladados para Petrópolis, da Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, os Restos Mortais da Princesa D. Isabel e do Conde D’Eu, para o mausoléu construído na Catedral São Pedro de Alcântara.

 15 de maio de 1889

Foi fundada a Fábrica de Tecidos Dona Isabel, localizada à Rua Dr. Sá Earp, na Vila Teresa, voltada para o Palatinato Inferior.

  17 de maio de 1863

Nasceu em Niterói Artur Alves Barbosa, o fundador da imprensa diária em Petrópolis.

20 de maio de 1846

O território da primitiva colônia de Petrópolis formava um Curato, que foi desmembrado da Freguesia de São José do Rio Preto,  passando para a Vila da Estrela, pela lei nº 397, de 20 de maio de 1846, que elevou o referido Curato à categoria de Freguesia, sob a invocação de “São Pedro de Alcântara de Petrópolis”, nomeando vigário o cônego Luiz Gonçalves Dias Correia, proprietário da Fazenda da Samambaia.

21 de maio de 1891

Faleceu em Petrópolis o General Sérgio Marcondes de Andrade. Por muitos anos, foi engenheiro na província do Rio de Janeiro, tendo dirigido as obras da serra de Petrópolis de 1849-1857, passando depois a diretor da Colônia de Petrópolis, cargo que exerceu de 1858 a 1859.
22 de maio de 1966

Dom José Fernandes Veloso, em cerimônia realizada na Catedral São Pedro de Alcântara, foi sagrado Bispo titular de “Aquae in Proconsulari” e Auxiliar do Exmo. e Revmo. Bispo Diocesano Dom Manuel Pedro da Cunha Cintra.

 25 de maio

a) de 1892

Circulou o último número do jornal  O Mercantil, fundado por Bartolomeu Pereira Sudré,  em 3 de março de 1857.b) de 1901

Nesta data, reuniram-se à rua Chile, no Alto da Serra, 40 pessoas, sob a presidência do sr. José Monteiro Torres, e deliberaram fundar uma Sociedade Musical, que foi denominada “Club Filhos de Euterpe”.

29 de maio de 1979

Faleceu Cordolino José Ambrósio, nascido em Santo Antônio de Pádua, em 1904. Radicando-se em Petrópolis, prestou relevantes serviços a esta cidade, como Presidente da Associação Comercial e Industrial de Petrópolis e Prefeito Municipal.

30 de maio de 1979

Faleceu no Rio de Janeiro a pintora Djanira da Mota e Silva, um dos valores mais expressivos da arte primitivista em nosso país. Nascida em Avaré, São Paulo, em 1914, possuiu residência em Petrópolis, localizada no bairro da Samambaia, à rua que hoje leva seu nome, acompanhando sempre com grande interesse os acontecimentos marcantes ocorridos em nossa cidade.

 31 de maio

a) de 1920

Faleceu em Petrópolis o fotógrafo Jorge H. Papf, natural da Alemanha, filho do conceituado pintor Ernesto Papf. Retratou praticamente toda a cidade de Petrópolis, especialmente os seus trechos mais encantadores.

b) de 1953

Foi fundada a Associação Civil denominada Faculdades Católicas Petropolitanas, sob a inspiração e iniciativa de Dom Manuel Pedro da Cunha Cintra.

INFORMAÇÕES GERAIS (01/02/2022)

O instrumento de BUSCA já se encontra ativado.

Alguns aperfeiçoamentos e algumas correções ainda serão feitos.

Digite à esquerda da faixa vermelha o termo da pesquisa.
Despreze a segunda faixa vermelha, caso apareça. Clique na lupa existente no canto direito da primeira faixa vermelha.
Todos os textos que contiverem o termo buscado serão selecionados resumidamente. Clicando sobre o título do que interessar, o texto será  aberto integralmente.

Na opção Histórico da aba Categorias  existe relação de todas as diretorias, desde a fundação do Instituto.

Todo conteúdo até julho de 2015 já está transferido para a versão atual.
Aqui pode-se acompanhar a atividade do IHP nos últimos vinte anos, segundo os itens constantes da aba categorias.

As inclusões de Agenda, desde 2000, já se acham na versão atual.
Para consulta, ative (1) Agenda, em Categorias da barra superior,
(2) abra a de qualquer mês,
(3) ative em Categorias à direita da tela a do ano e mês que interessar.
Para acesso à versão com o conteúdo até julho de 2015, clique aqui.

 

Desenho do brasão de Petrópolis,
segundo a descrição heráldica oficial,
Manoel de Souza Lordeiro
(+ 21/07/2008)
Texto de Notícias (a partir de 2016)
Maria de Fátima Moraes Argon 

Texto de Efemérides
Jeronymo Ferreira Alves Netto
Composição do cabeçalho,
inserido em outubro de 2016,
Mário Lordeiro,
com reprodução da Planta de Koeler
e linha do tempo a partir
da localização
da Estrada Normal da Estrela
até o Alto da Serra,
sobre reprodução de
imagem fotográfica de trecho
da Serra dos Órgãos
Coordenação do site

Manutenção e Hospedagem : SerraPlan Informática

Os textos são de exclusiva responsabilidade de seus autores.

 

brazao4MSL