Fundado em 24/09/1938 – Na Internet desde 31/07/2000
dpedro2

D. Pedro II, o “augusto Patrono” (Estatutos de 24/09/1938) “Dormi. Sonhei muito. Uma história universal até ontem.” (Diário do Imperador D. Pedro II, 1840-1891, vol. 27, CD-Rom, Organização Begonha Bediaga, Museu Imperial, 1999)

Casa de Cláudio de Souza
Praça da Liberdade, 247
Vila Imperial
25685-050 Petrópolis, RJ
Brasil
Site implantado por decisão da Assembleia Geral realizada a 10/04/2000, aprovando proposta do Presidente Jeronymo Ferreira Alves Netto.
Dominio www.ihp.org.br criado a 25/04/2000 na FAPESP.
contato: ihp@ihp.org.br

 

INFORMAÇÕES ESPECIAIS (03/12/2021)

Convite-IHPMissa-DPedroII-05122021-Scan w500

Convite-06dez21-w500
https://meet.google.com/nkd-jcqb-hyx

30/11/21 06:00
Caros Associados

Comunico que a AGO do dia 13 de dezembro será realizada de forma presencial na sede do Sindicato dos Professores de Petrópolis, Rua Floriano Peixoto, 239, sala cedida pelo nosso confrade Frederico Fadini.
Peço que os candidatos apresentem a chapa com antecedência para que possamos preparar as cédulas a fim de agilizar a votação.

Fátima Argon
Presidente do IHP

 INFORMAÇÕES GERAIS (03/12/2021)

O instrumento de BUSCA já se encontra ativado.

Alguns aperfeiçoamentos e algumas correções ainda serão feitos.

Digite à esquerda da faixa vermelha o termo da pesquisa.
Despreze a segunda faixa vermelha, caso apareça. Clique na lupa existente no canto direito da primeira faixa vermelha.
Todos os textos que contiverem o termo buscado serão selecionados resumidamente. Clicando sobre o título do que interessar, o texto será  aberto integralmente.

Na opção Histórico da aba Categorias  existe relação de todas as diretorias, desde a fundação do Instituto.

extrato de Efemérides (para ver o mês completo, consulte Efemérides em Categorias)

dezembro

1º de dezembro de 1854

Faleceu em sua fazenda da Samambaia o Padre Luís Gonçalves Dias Goulão, primeiro vigário de Petrópolis. Era filho de Pedro Gonçalves Dias, natural do arcebispado de Braga, Portugal e D. Maria Brígida da Assunção Goulão e, portanto sobrinho do Padre Antônio Tomás de Aquino Correia, por parte de mãe.

O padre, posteriormente Cônego Luís Gonçalves Dias Goulão exerceu o curato, criado em 1844, do 2 º distrito de São José do Rio Preto, a que Petrópolis, ainda como simples fazenda pertencia e, posteriormente, por ocasião da criação da Freguesia de São Pedro de Alcântara, e, em 1846, tornou-se vigário da mesma.

Estimado por católicos e protestantes, foi auxiliar e amigo do Major Koeler e conservou as honras de vigário até sua morte.

2 de dezembro de 1857

Augusto Emílio Zaluar, de parceria com Quintino Bocaiúva, fundam em Petrópolis o “Parayba”, periódico no formato dos jornais do Rio de Janeiro.

O novo periódico circulava às quintas feiras e domingos e seu objetivo principal era “o estudo e exame das questões locais, administrativas, econômicas, industriais, comerciais e agrícolas, de cuja prática ou aplicação poderia resultar verdadeira e real utilidade para a província”.

Durante o tempo em que circulou em nossa cidade contou com a colaboração de ilustres personalidades como Machado de Assis, Charles Rybeyrolles, Remigio de Sena Pereira, Thomaz Cameron, Frederico Damke e outros.

Augusto Emílio Zaluar era português de nascimento. Nasceu em Lisboa a 14 de fevereiro de 1825. Chegou ao Brasil em fins de 1849, tendo trabalhado no Correio Mercantil do Rio de Janeiro. Naturalizado brasileiro, foi nomeado para o funcionalismo público federal, carreira que abandonou para vir para Petrópolis.

Em 1859, deixou Petrópolis, viajando pelo interior das províncias do Rio de Janeiro e de São Paulo, publicando em 1862, um livro intitulado “Exposição Nacional Brasileira de 1875″, que dedicou ao Conde D’Eu e que lhe valeu a indicação para o Instituto Histórico e Geográfico do Rio de Janeiro.

Extraordinariamente culto, Zaluar chegou a ser Lente em pedagogia da Escola Normal. Faleceu no Rio de Janeiro em 3 de abril de 1882.

5 de dezembro de 1891

Falece em Paris, no Hotel Bedford, onde se achava hospedado, o Imperador Dom Pedro II.

No exílio, por onde passava era sempre alvo de calorosas manifestações de admiração e apreço, fato que confirma o prestígio que continuava desfrutando na Europa.

O interesse de Dom Pedro II pelos estudos era tal, que apesar de seu precário estado de saúde, tomava lições de línguas semíticas e ocupava-se da impressão de umas traduções hebraicas provençais, publicadas mais tarde.

Governando o Brasil durante quase meio século prestou inestimáveis serviços à Nação, moralizando o poder público, favorecendo o desenvolvimento das ciências, letras e artes, criando um ambiente propício à unidade pela integração nacional, iniciando a indústria, introduzindo os primeiros melhoramentos para a modernização dos transportes e comunicações e muito mais.

Dom Pedro II não foi só o grande estadista que conhecemos, inteiramente consagrado ao serviço do Estado, mas também um homem de ampla cultura universal, cuja vastidão de conhecimentos chegou a impressionar os intelectuais que lhe foram contemporâneos.

Todo conteúdo até julho de 2015 já está transferido para a versão atual.
Aqui pode-se acompanhar a atividade do IHP nos últimos vinte anos, segundo os ítens constantes da aba categorias.

As inclusões de Agenda, desde 2000, já se acham na versão atual.
Para consulta, ative (1) Agenda, em Categorias da barra superior,
(2) abra a de qualquer mês,
(3) ative em Categorias à direita da tela a do ano e mês que interessar.
Para acesso à versão com o conteúdo até julho de 2015, clique aqui.

 

Desenho do brasão de Petrópolis,
segundo a descrição heráldica oficial,
Manoel de Souza Lordeiro
(+ 21/07/2008)
Texto de Notícias (a partir de 2016)
Maria de Fátima Moraes Argon 

Texto de Efemérides
Jeronymo Ferreira Alves Netto
Composição do cabeçalho,
inserido em outubro de 2016,
Mário Lordeiro,
com reprodução da Planta de Koeler
e linha do tempo a partir
da localização
da Estrada Normal da Estrela
até o Alto da Serra,
sobre reprodução de
imagem fotográfica de trecho
da Serra dos Órgãos
Coordenação do site

Manutenção e Hospedagem : SerraPlan Informática

Os textos são de exclusiva responsabilidade de seus autores.

 

brazao4MSL