Oazinguito Ferreira da Silveira Filho

PETRÓPOLIS FASCISTA (UMA): CAMISAS NEGRAS, PARDAS E “GALINHAS VERDES”

  UMA PETRÓPOLIS FASCISTA: CAMISAS NEGRAS, PARDAS & “GALINHAS VERDES” Oazinguito Ferreira da Silveira Filho, associado titular, cadeira n.º 13, patrono Coronel Amaro Emílio da Veiga A notícia da coluna de Ricardo Boechat no jornal O DIA de 09/11/2006, p.5, não surpreenderia aos petropolitanos que conviveram próximos ou vivenciaram o descrito. Ela cita o andamento […] Read More

SAINDO DA ROTINA PEDAGÓGIA

  SAINDO DA ROTINA PEDAGÓGICA Oazinguito Ferreira da Silveira Filho, associado titular, cadeira n.º 13, patrono Coronel Amaro Emílio da Veiga Grande parte de nosso processo educativo comprovadamente não segue os parâmetros traçados para a sala de aula e imposto pelos currículos escolares, muito menos, pelos guias estabelecidos pelos educandários tanto públicos como privados. Observa-se […] Read More

ESCRAVISMO E ABOLIÇÃO EM PETRÓPOLIS

  ESCRAVISMO E ABOLIÇÃO EM PETRÓPOLIS CONTRIBUIÇÃO À HISTÓRIA SOCIAL PETROPOLITANA: ESCRAVISMO E ABOLIÇÃO EM PETRÓPOLIS (1) Oazinguito Ferreira da Silveira Filho “O Balaio, o Balaio chegou Cadê branco? Não há mais branco Não há mais sinhô” ( Cântico das lutas da Balaiada, in, Luiz Luna) “Ó didê, Baba um pê Levanta-se, o pai está […] Read More

CARNAVAL EM PETRÓPOLIS NO SÉCULO XIX

  CARNAVAL EM PETRÓPOLIS NO SÉCULO XIX CONTRIBUÍÇÃO À HISTÓRIA SOCIAL PETROPOLITANA: SUBSIDIOS PARA UMA HISTÓRIA DO CARNAVAL EM PETRÓPOLIS NO SÉCULO XIX (1) Oazinguito Ferreira da Silveira Filho, associado titular, cadeira n.º 13, patrono Coronel Amaro Emílio da Veiga “E o povo? Esse, também, se divertia. Logo às primeiras horas da manhã, os escravos […] Read More

MEMORIAL PARA A MARECHAL DEODORO (UM)

  UM MEMORIAL PARA A MARECHAL DEODORO Oazinguito Ferreira da Silveira Filho, associado titular, cadeira n.º 13, patrono Coronel Amaro Emílio da Veiga Mais conhecida até a fundação da povoação como caminho dos mineiros, a estrada passou a incorporar a nomenclatura urbana de Dona Tereza quando após o planejamento urbano de Koeler ganhou a denominação […] Read More

FARDA, UNIFORME E O HISTÓRICO DA CIDADE

  FARDA, UNIFORME E O HISTÓRICO DA CIDADE Oazinguito Ferreira da Silveira Filho, associado titular, cadeira n.º 13, patrono Coronel Amaro Emílio da Veiga “O seu corpo, em que está inscrita uma história, casa-se com a sua função, quer dizer, uma história, uma tradição, que ele nunca viu senão encarnada em corpos ou, melhor, nessas […] Read More

CONTRIBUIÇÃO À HISTÓRIA DOS MOVIMENTOS SOCIAIS – O PREFEITO DEMISSIONÁRIO E OS CONFLITOS DE RUA – 1934

  CONTRIBUIÇÃO À HISTÓRIA DOS MOVIMENTOS SOCIAIS – O PREFEITO DEMISSIONÁRIO E OS CONFLITOS DE RUA – 1934 [1] Oazinguito Ferreira da Silveira Filho, associado titular, cadeira n.º 13, patrono Coronel Amaro Emílio da Veiga “Cabe-me informar à Liga do Comércio, que no dia nove do corrente, cumprindo a missão que me foi dada, fui […] Read More

MEMÓRIA PETROPOLITANA PELOS GUIAS E PELA CARTOFILIA

  MEMÓRIA PETROPOLITANA PELOS GUIAS E PELA CARTOFILIA Oazinguito Ferreira da Silveira Filho, associado titular, cadeira n.º 13, patrono Coronel Amaro Emílio da Veiga “O movimento das cidades foi tema dos fotógrafos desde o início da história da fotografia. Contudo o surgimento do cartão-postal, em fins do século XIX, faz da cidade o seu tema […] Read More

CONTRIBUIÇÃO À HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO PETROPOLITANA: ESTADO, NACIONALIZAÇÃO E SISTEMA EDUCACIONAL

  CONTRIBUIÇÃO À HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO PETROPOLITANA: ESTADO, NACIONALIZAÇÃO E SISTEMA EDUCACIONAL Oazinguito Ferreira da Silveira Filho, associado titular, cadeira n.º 13, patrono Coronel Amaro Emílio da Veiga “…Não escapará, decerto, às luzes superiores de v. Exa. Quanta influencia isso (a criação de uma escola de primeiras letras) pode ter sobre os costumes, e quanto […] Read More

DE BANCO DE PETRÓPOLIS A BANCO DO BRASIL

  DE BANCO DE PETRÓPOLIS A BANCO DO BRASIL Oazinguito Ferreira da Silveira Filho, associado titular, cadeira n.º 13, patrono Coronel Amaro Emílio da Veiga Poucos dos que transitam pela área conhecem a importância do ‘corredor financeiro’ de nossa ‘antiga avenida’ que se organizou pelas primeiras décadas do século XX em Petrópolis e que foi […] Read More